PARA O TRABALHO DE COMUNICAÇÃO DE MARCA NÃO EXISTE PONTO FINAL. ESSE É O PONTO.

Não temos como voltar ao passado, uma enorme parte da comunicação hoje, converge para a web, é inevitável e pode ser maravilhoso, ou não. As transformações foram muito rápidas para alguns, para outros essas transformações nem ocorreram - eles nasceram e tudo isso já existia, nos seus sentimentos, há muito tempo. O fato é que "quase" ninguém mais consegue viver sem a internet, ou sem as informações/mundo nas pontas dos dedos. Diante de tantas possibilidades e consequentemente, incertezas, como as marcas, principalmente as nascidas ou capitaneadas pelos que acreditam que as transformações foram muito rápidas, continuarão dialogando com esse mundo?




Muito do que vejo ao meu redor são atitudes desesperadas de manter o diálogo a qualquer custo, postagens, e-mails e mensagens de WhatsApp sem parâmetros, e muitas vezes invasivos, reflexo, obviamente, da urgência em manter uma conversa. É necessário manter a coerência, lembra? As redes sociais oferecem essa maravilhosa “facilidade” de encontro para uma conversa, mas é aí onde mora o perigo. Há marcas que não levam em consideração sua identidade, trabalhando cores, fontes e imagens que não se relacionam em nada com sua estrutura e posição. São papos que se iniciam sem nenhuma preocupação com o interesse do cliente, com suas dores e sonhos, muitas vezes tratando de assuntos que sequer são relacionados às suas atividades enquanto negócio. Falta repertório. Falta o entendimento da jornada do seu cliente.


Muito do que vejo ao meu redor são atitudes desesperadas de manter o diálogo a qualquer custo, postagens, e-mails e mensagens de WhatsApp sem parâmetros, e muitas vezes invasivos, reflexo, obviamente, da urgência em manter uma conversa.

Antes de iniciar um diálogo nas redes se faça uma simples pergunta: o que eu tenho pra falar é relevante para o meu público? Dessa maneira você impõe um direcionamento que aumentará e muito as chances de acerto, neste caso, a qualidade supera e muito a quantidade.


Trace a jornada do seu cliente, descubra seus reais interesses, seus sonhos, suas dores. Considere as reais possibilidades de soluções que sua empresa pode proporcionar para eles. Seja o seu próprio veículo relevante, dessa maneira você aumentará a probabilidade das pessoas considerarem a sua marca como possibilidade. E não esqueça que esse trabalho é contínuo, requer tempo e cuidado, pois ele vai contribuir muito para definir a importância da sua marca.


Lembre-se que com o aumento das convergências para web, nesse universo onde todos nós decidimos ao que vamos assistir (Netflix), ouvir (Spotify) ou ler (Amazon Prime Reading) sem interrupções, a qualidade da comunicação é sempre mais importante, ou do contrário sua marca passará direto no feed, num simples deslizar do dedo.



#branding #marca #logo #digital #eraposdigital #eradigital #envolva #evolua #designer #designergrafico #marketing #marketingdigital #nunesmdb #estrategia #crescimento #vendas #vendamais #vendasonline #success #business #work #design