MARCAS HUMANIZADAS GERAM MAIS VALOR.

01/04/2020

Já tínhamos um futuro apontando para novos pensamentos sobre as relações com as marcas, mais criatividade e um altíssimo nível de confiabilidade, resultados possíveis de serem alcançados através da humanização da marca.

Diante das atuais circunstâncias, todos os esforços estão sendo aplicados apressadamente e ao mesmo tempo, é importante ficar atento à superficialidade, para não sofrer os impactos negativos futuros.

 

Mesmo com as discussões sobre as novas abordagens, tanto para formas de comunicação das marcas, que está intimamente ligada à forma de desenvolver o comércio de produtos e serviços, como para a necessidade de lançar um novo olhar sobre as relações com as pessoas - todas que de alguma maneira possuem relação com as empresas - estavam adormecidas ou simplesmente não encontravam lugar no dia a dia tão corrido da maioria das organizações.

Todas as mudanças parecem ter sido antecipadas, os padrões mais horizontais de comportamento parecem ganhar mais força, apesar de estarem acontecendo há bastante tempo. Não há mais fronteiras, é tudo global, de fato.

Separei 03 questões relacionadas ao marketing que precisam ser analisados e repensados pelas marcas:

 

 

1 - MINHA EMPRESA ESTÁ RECEBENDO MUITAS CRÍTICAS NESSE MOMENTO.

 

Ninguém é perfeito e todo mundo possui vulnerabilidades, até as marcas.

Assumir posturas que não estejam alinhadas com os valores humanos despertará muitas críticas e colocará em dúvida a posição da sua marca no futuro. A relação centrada no ser humano é uma realidade, da transição da relação centrada no produto para a colocação do consumidor no centro, resultou em uma quebra importante na relação do consumo, um movimento natural, principalmente após o crescimento das redes sociais, onde as conversas são rápidas e o envolvimento bem próximo do pessoal.

 

O seu produto ou serviço deve atender não só as necessidades de funcionalidade por parte das pessoas, eles precisam suprir as necessidades emocionais, abordando suas ansiedades, desejos e sonhos. Não só neste momento, mas sempre. Se sua marca não levava isso em consideração, precisará levar de agora em diante.

 

Por que tornar sua marca mais humana?

 

Ela gera mais valor e consequentemente se torna mais lucrativa, de acordo com o mapeamento de dados e informações de 1.115 empresas brasileiras que representam cerca de 50% do PIB nacional, uma equipe de mestrandos da USP de São Carlos, em parceria com o Instituto Capitalismo Consciente, chegou a conclusão de que negócios que colocam em prática projetos de bem-estar social têm mais engajamento de todo o corpo de funcionários e fidelidade dos clientes. Essa combinação gera duas vezes mais rentabilidade para a empresa. No entanto, essas operações apresentam apenas 1,9% do total avaliado, o correspondente à 22 empresas.

 

De acordo com o levantamento, a preocupação com tais aspectos gera mais engajamento dos colaboradores (225%) e maior fidelidade dos clientes (240%). “Isso não significa que as empresas não têm problemas. No entanto, elas são as que levam mais a sério o modo como lidam com problemas. Um dos exemplos disso está na comunicação com o cliente, que é constante e eficiente, pois levam em conta todas as reclamações”, diz Pedro Paro, pesquisador da USP e um dos responsáveis pela pesquisa.

 

(Dados extraídos de artigo feito por Thaís Monteiro para Maeio&Mensagem em 24 de maio de 2019).

 

 

2 - NÃO ESTOU CONSEGUINDO ME COMUNICAR NESTE MOMENTO.

 

Ainda partindo da percepção dos valores humanos, que precisam estar inseridos na humanização da marca, segundo o neurologista Donald Calne, a diferença essencial entre emoção e razão é que a primeira leva à ação, enquanto a segunda leva a conclusões. ⠀

 

O cérebro ainda é um grande mistério, a emoção e a razão estão entrelaçadas, mas quando surge um conflito, a emoção sempre ganha. Ainda segundo Calne, sem o intenso estímulo da emoção, o pensamento racional se desintegraria.

 

A necessidade do completo silêncio agora é um forte sinalizador de que sua marca não desenvolveu uma conexão emocional com as pessoas, seus produtos ou serviços podem estar apenas no campo funcional.

 

As marcas precisam inspirar! Se você já desenvolve esse tipo de conexão, provavelmente não está tendo grandes problemas em se comunicar neste momento, mas se sua relação está unicamente pautada na função e /ou preço, é hora de repensar isso.

Quer mais razões para repensar? Quando comparadas às 500 Maiores Empresas do Brasil, avaliando a rentabilidade acumulada, nota-se que o desempenho financeiro das Empresas Humanizadas do Brasil (EHBR) é seis vezes superior no longo prazo.

As organizações foram avaliadas em 114 métricas baseadas nos pilares das Empresas Humanizadas. O gráfico abaixo apresenta o resultado consolidado dessas métricas.

3 - ESTOU COM A COMUNICAÇÃO PARALISADA DEVIDO AO GRANDE MEDO DE ERRAR.

 

Para se ter uma posição mais humana é necessário assumir que todos possuímos vulnerabilidades, essa é uma característica forte e inevitável.

 

Saber o que sua marca representa, ter consciência até onde ela pode ir, assumindo a responsabilidade que o processo de aprendizado é contínuo, mas que se tem convicção e automotivação para o constante aperfeiçoamento e que ainda conta com as pessoas para isso, emprega personalidade à marca.

 

Personalidade também é uma característica humana.

 

Se sua marca tem uma razão de ser, que transcende os valores pagos pelos seus produtos ou serviços, não tenha medo de reassumir a comunicação, provavelmente as falas estarão alinhadas com esses valores, e caso não saia tudo perfeito, retorne, repense e refaça. Não existe uma fórmula pronta. Os valores serão os melhores guias.

Dentro dos valores universais que refletem a melhor versão que as empresas podem ser está o propósito maior, os negócios devem ter um propósito que transcenda a ideia de gerar lucro, representando a diferença que a empresa busca fazer no mundo.

Para inspirar a mudança de direcionamento, listo 03 marcas que vem dando ótimos exemplos de como desenvolver marcas humanizadas.

Dove é uma marca que vem se posicionando nesse sentido há muitos anos.

Orgulho de Pertencer - Cacau Show

Muito obrigado! – Reserva

Não construa mais cercas, desconstrua as existentes, o mundo já mudou e vai continuar mudando. É o movimento natural da existência. Construa algo positivo!

.......................